Seções

Denuncias/Sugestões
Sindicalize-se
Links

Bolsa de Emprego

Cadastro de Currículo
Consulta de Currículo

On line

Últimas Notícias
Notícias Anteriores

Notícias Antigas


Sintonia

 

 

Novos convênios

 



1446

Ultimas Noticias

14.11.2013 – Dieese aponta disparidades salariais motivadas por questão racial

Estudo divulgado ontem (13) pelo Dieese - 'Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos' - aponta que o trabalhador negro recebe em média salário 36,1% menor que o não-negro. A disparidade independe da região ou grau de escolaridade. O estudo mostra que as diferenças de salário e oportunidades são ainda maiores quando analisados os cargos de chefia.

A pesquisa “Os negros nos mercados de trabalho metropolitanos” abrange as regiões metropolitanas de Belo Horizonte, Brasília, Fortaleza, Porto Alegre, Recife, Salvador e São Paulo. Pelo que o estudo indica, a desvantagem entre a remuneração de negros e não-negros sofre pouca influência da região analisada, horas trabalhadas ou segmento da economia.

Números - O Dieese mostra que nas áreas metropolitanas os negros são 48,2% dos ocupados. Porém, na média, recebem 63,9% do que se paga aos não-negros. Os trabalhadores com nível superior completo ganham em média, por hora, R$ 17,39 – isso para os negros. Já os não-negros recebem, pela mesma hora.

Cotas - Para o Dieese, as políticas de ação afirmativa como as cotas raciais nas universidades ajudam a dar mais oportunidades de trabalho e estudos para a população negra. Porém, só por meio de cotas nas empresas as disparidades serão reduzidas e haverá mais igualdade na busca dos melhores postos de trabalho.



Impressos


Rua Barão do Teffé, 252 - Bairro Menino Deus - Porto Alegre-RS CEP:90160-150

Fones:(51)3029.4730, 3233.3500, 3019.6730 e 3024.4164

webmail / Todos Direitos Reservados 2012