Seções

Denuncias/Sugestões
Sindicalize-se
Links

Bolsa de Emprego

Cadastro de Currículo
Consulta de Currículo

On line

Últimas Notícias
Notícias Anteriores

Notícias Antigas


Sintonia

 

 

Novos convênios

 



2006

Ultimas Noticias

04.04.2014 - Caso Sheherazade: Liberdade de imprensa não inclui incitação ao crime, diz procurador-geral da República

Na última quinta-feira (3/4), o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, disse ver com “muita preocupação” a denúncia de que a apresentadora Rachel Sheherazade, do SBT, fez comentários que incitam à violência. O político ressaltou que é necessário ter cautela para não implicar em censura, mas também é preciso deixar claro que tal ato é um crime e não se insere na liberdade de imprensa.

De acordo com o portal Congresso em Foco, Janot encaminhou para São Paulo (SP) uma representação da liderança do PCdoB na Câmara contra a jornalista e a emissora. O texto, assinado pela líder da bancada, deputada Jandira Feghali (RJ), solicita a abertura de inquérito contra Rachel e o SBT por apologia e incitação ao crime, à tortura e ao linchamento, além da suspensão da verba publicitária oficial da emissora durante as investigações.

"Não assisti ao vídeo ainda. Mas vejo isso com muita preocupação”, afirmou o procurador-geral. Para ele, os veículos de comunicação precisam ter responsabilidade com o que exibem. “Se essas informações já são sensíveis em reuniões até privadas com mais pessoas, quem dirá quando você veicula isso por um meio de comunicação de massa”, explicou.

A procuradora da República Ryanna Veras, do MPF-SP, já indicou competência para apreciar o pedido de investigação criminal sobre o caso e o mandou para o Ministério Público Estadual. A procuradora também enviou para o MPE-SP outras representações protocoladas por cidadãos comuns.

O pedido de suspensão da verba publicitária do governo federal para o SBT, também elaborado pela líder do PCdoB, foi encaminhado à divisão cível do MPF-SP para análise, informou a assessoria do órgão. A deputada ainda espera resposta da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República. Apenas em 2012, o canal recebeu R$ 153 milhões do governo federal para veicular campanhas publicitárias.



Impressos


Rua Barão do Teffé, 252 - Bairro Menino Deus - Porto Alegre-RS CEP:90160-150

Fones:(51)3029.4730, 3233.3500, 3019.6730 e 3024.4164

webmail / Todos Direitos Reservados 2012