Seções

Denuncias/Sugestões
Sindicalize-se
Links

Bolsa de Emprego

Cadastro de Currículo
Consulta de Currículo

On line

Últimas Notícias
Notícias Anteriores

Notícias Antigas


Sintonia

 

 

Novos convênios

 



2083

Ultimas Noticias

23.04.2014 - Trabalho temporário no IBGE é criticado

O Assibge (Sindicato Nacional dos Trabalhadores do IBGE) critica o excesso de profissionais terceirizados atuando no IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). De acordo com a entidade, esse tipo de prática, que deveria ser esporádica, já se tornou política habitual no órgão.“Os temporários deveriam ser utilizados apenas em situações especiais, mas já viraram parte do corpo, sem eles hoje o IBGE simplesmente para, não tem como funcionar. Eles só deveriam ser contratados em períodos de pesquisas do Censo, porque aí não tem jeito mesmo, é um processo muito grande”, afirmou Bianca Schmid, coordenadora do núcleo São Paulo do sindicato.

Ela explica ainda que atualmente a força de trabalho com atuação temporária gira em torno de 50% do total de empregados do IBGE. O próprio instituto confirma os a informação. Os dados de fevereiro de 2014 mostram que são 5.903 servidores efetivos e 4.454 por tempo determinado.

Em nota, o órgão limitou-se a dizer que “recorre a funcionários temporários sobretudo para a realização do trabalho de campo, seja na coleta de dados para as pesquisas e indicadores da diretoria de pesquisas, seja nas tarefas de mapeamento da diretoria de geociências”.

No entanto, de acordo com o sindicato, vários trabalhadores temporários também acabam exercendo funções de supervisão de pesquisa. “Eles fazem o mesmo trabalho de qualquer funcionário efetivo, só que não possuem os mesmo benefícios. Hoje o salário de um temporário é 1/3 do salário de uma pessoa concursada, sendo que eles acabam até mesmo fazendo trabalho de supervisão”, contou Bianca. Ela ressaltou que o sindicato não apoia a contratação automática dos temporários. Para o Assibge, as respectivas vagas deveriam ser preenchidas por meio de concurso público, com alguma pontuação para quem já possui experiência.



Impressos


Rua Barão do Teffé, 252 - Bairro Menino Deus - Porto Alegre-RS CEP:90160-150

Fones:(51)3029.4730, 3233.3500, 3019.6730 e 3024.4164

webmail / Todos Direitos Reservados 2012