Seções

Denuncias/Sugestões
Sindicalize-se
Links

Bolsa de Emprego

Cadastro de Currículo
Consulta de Currículo

On line

Últimas Notícias
Notícias Anteriores

Notícias Antigas


Sintonia

 

 

Novos convênios

 



2295

Ultimas Noticias

09.06.2014 - Campineiras ganham indenização de R$ 700 mil do SBT

A Justiça de Campinas (SP) condenou o SBT, a empresa Jequiti Cosméticos e Silvio Santos, apresentador da atração “Vamos Brincar de Forca” ao pagamento de R$ 700 mil por danos morais a duas ganhadoras do quadro, e que até hoje não receberam pelo prêmio de R$ 600 mil. A sentença da 2ª Vara Cível de Campinas foi publicada na última quinta-feira (30). De acordo com a decisão, R$ 100 mil do valor total referem-se aos danos morais. O processo entra agora na fase recursal.

O sorteio foi realizado em novembro de 2012, mas até hoje as ganhadoras não receberam o prêmio. Após a exibição do sorteio e do anúncio das vencedoras, a empresa Jequiti teria alegado que o cupom havia sido preenchido de forma incorreta e elas foram desclassificadas.

Como foi

Maria de Fátima Ribeiro Barbosa, de 62 anos, é consultora da marca de cosméticos Jequiti. Ela vendeu um perfume para a amiga Santina Costa Mathias. As duas preencheram cupons para participar da promoção, que pagaria R$ 600 mil à dupla que fosse sorteada e acertasse a “palavra misteriosa”. A mecânica da promoção é simples: a cada R$ 10 em compras de cosméticos da marca, um cupom pode ser preenchido indicando uma palavra com dez letras.

Os sorteios são exibidos aos domingos, pelo apresentador Silvio Santos, que escolhe um bilhete: se tiver a palavra correta, leva para casa o valor acumulado. O cupom das campineiras foi sorteado. Silvio Santos leu o nome das participantes e a palavra enviada, que era “indisposto”. Elas foram anunciadas como as ganhadoras do prêmio e tiveram até os endereços divulgados.

Perdeu a defesa

O nome das duas também apareceu no site da emissora. Uma semana depois, elas receberam uma ligação de um representante do concurso informando que havia um “erro” no cupom e que elas foram desclassificadas.

A única empresa a se manifestar no processo foi a Jequiti. Os demais réus, incluindo o próprio Silvio Santos, perderam o prazo para defesa, segundo a Justiça. Na justificativa apresentada, a Jequiti afirmou que as participantes “não entenderam o regulamento” e que elas não têm provas de que sofreram danos com a desclassificação.

“Mesmo se tivesse errado, passou pela auditoria e levaram o programa ao ar. No regulamento da promoção não há nada dizendo que o prêmio poderia ser contestado após a exibição na televisão”, disse o advogado Heleno Facco Junior, que representa as mulheres. A empresa Jequiti foi procurada por meio da assessoria de imprensa, mas não retornou aos questionamentos.

Fonte: http://correio.rac.com.br/_conteudo/2014/06/ig_paulista/179935-campineiras-ganham-indenizacao-der7...



Impressos


Rua Barão do Teffé, 252 - Bairro Menino Deus - Porto Alegre-RS CEP:90160-150

Fones:(51)3029.4730, 3233.3500, 3019.6730 e 3024.4164

webmail / Todos Direitos Reservados 2012