Seções

Denuncias/Sugestões
Sindicalize-se
Links

Bolsa de Emprego

Cadastro de Currículo
Consulta de Currículo

On line

Últimas Notícias
Notícias Anteriores

Notícias Antigas


Sintonia

 

 

Novos convênios

 



3075

Ultimas Noticias

20.11.2014 - Data dedicada à reflexão sobre a inserção do negro na sociedade brasileira

Hoje, 20/11, é o Dia Nacional da Consciência Negra. A data foi escolhida por marcar a morte do maior ícone da história dos negros no Brasil. Há 35 anos, Zumbi dos Palmares foi morto após ter sido denunciado por um companheiro e capturado pelos portugueses, dando fim ao Quilombo dos Palmares, o maior do país, situado em Alagoas, que chegou a abrigar mais de 30 mil negros. É uma data dedicada à reflexão sobre a inserção do negro na sociedade brasileira.

O 20 de novembro foi consagrado por representantes e lideranças do movimento negro brasileiro como o dia de homenagem à imortalidade de Zumbi dos Palmares (1655-1695) e os ideais de liberdade que simbolicamente o líder negro representa. A ideia foi discutida, em 1971, por iniciativa do Grupo Palmares, de Porto Alegre, sendo assimilada em 1978, durante o Congresso do Movimento Negro Unificado contra a Discriminação Racial, mais tarde rebatizado Movimento Negro Unificado (MNU).

A reivindicação de lideranças e ativistas afrodescendentes ganharia força, ao inserir-se na agenda oficial, consagrando Zumbi como herói e a referência à data de sua morte, um dos fatores de maior impulso à consciência negra no Brasil. Desde então, teve início a luta da comunidade negra pelo reconhecimento de Zumbi como herói nacional, ainda hoje considerado por muitos como um símbolo “perigoso”, devido à sua capacidade, ainda que simbólica, de recuperar o negro como agente histórico em busca da própria liberdade. A data será lembrada, com feriado, em 225 cidades, de 11 estados.

Ontem (19) em Porto Alegre, a Câmara Municipal aprovou, em votação simbólica, o projeto de lei que declara o dia 20 de novembro como o feriado municipal do Dia da Consciência Negra e da Difusão da Religiosidade, a ser comemorado anualmente. Segundo o autor da proposta, vereador Delegado Cleiton (PDT), além de regulamentar a data, decretar esse feriado é um marco histórico para a Capital, resgatando o legado de um povo que sofreu por séculos com a escravidão e a discriminação racial no País.

A lei proposta visa a adequar a legislação municipal ao previsto na lei federal que instituiu o dia 20 de novembro, data do falecimento do líder negro Zumbi dos Palmares, como o Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra; e na lei estadual que instituiu o Dia Estadual da Consciência Negra. "O Brasil foi o último país a abolir formalmente o trabalho escravo e concentra, hoje, o segundo maior contingente de população negra do mundo, atrás apenas da Nigéria. Essa realidade exige de toda a sociedade brasileira uma reflexão sobre a condição da população negra no País, e referendar essa data comemorativa é reconhecer a contribuição do povo negro ao nosso País, ao nosso Estado e à nossa Cidade", explica Cleiton.

 

O parlamentar ressalta ainda que, ao apresentar esse projeto, ele quer lembrar e enfatizar a relevância da participação do negro por meio da cidadania, de sua cultura, de suas raízes e de sua história, bem como fortalecer a igualdade, resgatando os anos perdidos na escravidão e reconhecendo o valor e o legado da descendência afro-brasileira para o crescimento e o desenvolvimento do Brasil. "A luta contra a discriminação racial é uma luta de todos os brasileiros e cidadãos, porque é uma luta pelo resgate da cultura brasileira. Portanto, esse proposta quer contribuir para o desenvolvimento intelectual e social de toda a sociedade e para a nossa própria humanização", enfatiza.



Impressos


Rua Barão do Teffé, 252 - Bairro Menino Deus - Porto Alegre-RS CEP:90160-150

Fones:(51)3029.4730, 3233.3500, 3019.6730 e 3024.4164

webmail / Todos Direitos Reservados 2012