Seções

Denuncias/Sugestões
Sindicalize-se
Links

Bolsa de Emprego

Cadastro de Currículo
Consulta de Currículo

On line

Últimas Notícias
Notícias Anteriores

Notícias Antigas


Sintonia

 

 

Novos convênios

 



3467

Ultimas Noticias

27.03.2015 - Paim lamenta persistência da discriminação racial

No dia 21 de março de 1960, na cidade de Joanesburgo, capital da África do Sul, 20 mil negros protestavam contra a lei do passe do Apartheid, que os obrigava a portar cartões de identificação, especificando os locais por onde eles podiam circular. Ainda que conduzida em paz, a manifestação foi duramente reprimida pelo exército. Ao todo 69 pessoas foram mortas; outras 186 ficaram feridas.

Em memória à tragédia, a Organização das Nações Unidas (ONU) instituiu 21 de março como o Dia Internacional de Luta pela Eliminação da Discriminação Racial. O episódio conhecido como Massacre de Sharperville foi lembrado nesta sexta-feira (27) pelo senador Paulo Paim (PT-RS), ao lamentar a persistência do preconceito mundo afora.

— Infelizmente, ainda, senhoras e senhores, persistem odiosas discriminações baseadas na idade, na cor da pele, na etnia e na origem das pessoas — disse.

Paulo Paim observou que a discriminação é uma das principais causas por busca de refúgio no mundo e também de guerras. De acordo com dados apresentados pelo senador, 80% dos refugiados acolhidos pelo Brasil deixaram seus países fugindo do preconceito e da intolerância.

Em seu pronunciamento, o senador registrou avanços na inserção de negros e pardos nas universidades graças a política de cotas raciais, mas ponderou que as desigualdades no mercado de trabalho e em cargos considerados elevados na sociedade ainda não foram superadas. Uma evidência disso, conforme Paim, está na própria composição do Congresso Nacional.

— Basta olhar este Plenário ou o da Câmara dos Deputados para ver quantos que estão aqui que não sofrem preconceito de uma forma ou de outra — assinalou Paim ao registrar que apenas 5% dos 513 deputados e 2% dos 81 senadores se autodeclaram negros e pardos. Fonte: Agência Senado



Impressos


Rua Barão do Teffé, 252 - Bairro Menino Deus - Porto Alegre-RS CEP:90160-150

Fones:(51)3029.4730, 3233.3500, 3019.6730 e 3024.4164

webmail / Todos Direitos Reservados 2012