Seções

Denuncias/Sugestões
Sindicalize-se
Links

Bolsa de Emprego

Cadastro de Currículo
Consulta de Currículo

On line

Últimas Notícias
Notícias Anteriores

Notícias Antigas


Sintonia

 

 

Novos convênios

 



4578

Ultimas Noticias

11.02.2016 - Apresentadora de TV iraniana denuncia assédio sexual de chefe

Sheena Shirani, apresentadora iraniana da rede Press Tv resolveu quebrar o silêncio ao denunciar seu chefe por assédio sexual. A iniciativa serviu como estímulo para que milhares de outras mulheres denunciassem casos de assédio no ambiente de trabalho.

Shirani divulgou em sua página do Facebook gravações de conversas telefônicas em que seu chefe, Hamid Reza Emadi, pede favores sexuais a sua funcionária. Após o episódio, Shirani pediu demissão e deixou o país. A conversa foi ouvida mais de 120 mil vezes.

Em 2013 Emadi foi alvo de sanções da União Europeia após o canal de TV ter transmitido uma entrevista - que teria sido realizada sob coação - com o jornalista da Newsweek Maziar Bahari. Sheena também compartilhou uma mensagem de seu ex-chefe pedindo para que ela retirasse o áudio do ar, pois segundo ele, a gravação é falsa. Durante as investigações, a Press TV decidiu afastar Emadi e outro homem que, segundo Sheena, também a assediou.

Em um comunicado, a Press TV disse que "embora o áudio não possa ser usado legalmente (como prova) e nenhuma denúncia (formal) tenha sido feita", o caso "é sério" e será investigado.

Denúncia por 'razões políticas' A Press Tv ainda argumenta que o áudio publicado por Sheena foi feito com a ajuda "de pessoas que se opõem ao sistema iraniano por razões políticas".

Sheena argumentou que usou as redes sociais pois era sua única alternativa.

"Numa sociedade como a iraniana, se você for fraco e não tiver laços com poderosos, você está sozinho. Mais ainda, se você for mãe solteira, estará desprovida de qualquer valor nesta sociedade", disse Sheen à seção persa da Voice of America - serviço de radiodifusão internacional financiado pelo governo americano. Embora a jornalista tenha ganhado apoio nas redes sociais, casos de assédio sexual no Irã são comumente justificados pelo "comportamento inapropriado" das mulheres. Fonte: G1



Impressos


Rua Barão do Teffé, 252 - Bairro Menino Deus - Porto Alegre-RS CEP:90160-150

Fones:(51)3029.4730, 3233.3500, 3019.6730 e 3024.4164

webmail / Todos Direitos Reservados 2012