Seções

Denuncias/Sugestões
Sindicalize-se
Links

Bolsa de Emprego

Cadastro de Currículo
Consulta de Currículo

On line

Últimas Notícias
Notícias Anteriores

Notícias Antigas


Sintonia

 

 

Novos convênios

 



5111

Ultimas Noticias

14.07.2016 - Jornalista é detido após agredir diretora de sindicato no Acre

O jornalista Assem Neto foi detido na última terça-feira (12/7) depois de dar um soco no olho da diretora do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre (Sinteac), Márcia Lima, durante uma confusão no local. Ele foi encaminhado para a Delegacia da Mulher (Deam) e liberado duas horas depois.

Ao G1, Márcia relatou que foi conversar com Neto sobre uma informação relacionada ao pagamento do Prêmio de Valorização de Desenvolvimento Profissional (VDP). "Ele veio super nervoso, agressivo, questionou se estávamos duvidando da matéria dele e eu disse que como dirigente sindical temos que pautar a luta sempre com a verdade”, explicou.

A diretora do Sindicato negou que tenha ofendido o jornalista. Segundo ela, Neto se exaltou e a agrediu. Ele também teria atacado um presidente do núcleo que estava no local. "Saiu me empurrando da sala, então, disse que a sala era minha e quando tentei entrar novamente ele me deu um murro com muita força no olho e bateu a porta no meu rosto”, acrescentou.

Mais tarde, o jornalista usou sua página no Facebook para comentar o caso. “Mulher barraqueira merece, SIM (sic), umas bordoadas, principalmente quando não sabe ser rejeitada e ainda chama tua (sic) mãe de puta (sic). Cultura vem de berço. Quando o bagaço (sic) se diz educadora, pior ainda. A Lei Maria da Penha pune sem observar causas e consequências. Ainda terei o prazer de ler a Lei de Proteção aos Direitos do Homem”, escreveu. E depois continuou a se defender das críticas.

 

Crédito: Reprodução/Facebook

 

 

 

Jornalista afirma não estar arrependido das agressões

A presidente do Sinteac, Rosana Nascimento, condenou a agressão e informou que Neto deve ser demitido. “Vamos reunir nossa diretoria e tomar as providências cabíveis. De certo não há mais como viver com esse tipo de pessoa dentro do sindicato. Ele é um excelente profissional, mas essas atitudes são reprováveis. Jamais vamos concordar com essa postura”. Fonte: Portal Imprensa 



Impressos


Rua Barão do Teffé, 252 - Bairro Menino Deus - Porto Alegre-RS CEP:90160-150

Fones:(51)3029.4730, 3233.3500, 3019.6730 e 3024.4164

webmail / Todos Direitos Reservados 2012