Seções

Denuncias/Sugestões
Sindicalize-se
Links

Bolsa de Emprego

Cadastro de Currículo
Consulta de Currículo

On line

Últimas Notícias
Notícias Anteriores

Notícias Antigas


Sintonia

 

 

Novos convênios

 



532

Ultimas Noticias

09.04.2013 – Prazo para desligar TV analógica deve ser ampliado para 2018

O cronograma de desligamento da TV analógica no Brasil deverá começar em 2015 e se estender até 2018, revelou o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, durante o programa Bom Dia, Ministro, da EBC. Ele explicou que a proposta "é antecipar o início e postergar o fim do desligamento para ampliar o prazo final de implantação da TV digital, inicialmente previsto para 2016, está em análise dentro do governo e requer modificação do decreto que fixou essa data”.

"Nós vamos antecipar para 2015 o início do desligamento do sinal analógico, mas em compensação vamos aumentar o prazo até 2018. Ao invés de ser em um ano só, nós vamos fazer em um período de três anos. Precisamos estimular que as pessoas comprem televisão digital, conversor digital. É evidente que nós não podemos desligar o analógico com as pessoas recebendo televisão antiga. Não vai dar certo", disse Bernardo.

Atualmente, um grupo de trabalho formado por representantes do MiniCom e da Anatel trabalha na elaboração do Plano de Desligamento da Televisão Analógica no Brasil. A previsão é de que o cronograma seja divulgado até o próximo mês. O plano deverá estabelecer que o desligamento do sinal analógico nas grandes cidades será antecipado e começará em 2015.

O objetivo é que essa transição para o sinal digital ocorra até 2018, num processo gradual e planejado, com garantia de cobertura no país inteiro. Além disso, teste-piloto deverá ser feito em uma cidade ainda em 2013 para verificar eventuais falhas. Uma das consequências do processo de digitalização da TV no Brasil será a liberação da faixa de 700 MHz para a banda larga. Essa faixa será destinada à implantação da tecnologia de quarta geração, a 4G. Hoje, a frequência de 700 MHz está ocupada pelos canais de TV aberta que vão do 52 ao 59 em UHF.

Para liberar essa parte do espectro, esses canais terão de ser remanejados. A faixa de 700 MHz já está desocupada em mais de 4,7 mil municípios brasileiros. O impasse está em 885 cidades. Nesses municípios, as TVs analógicas que ocupam os canais 52 a 59 precisam ser desligadas e remanejadas. O cronograma que está sendo feito pelo MiniCom e Anatel vai mostrar em quais cidades o desligamento do canal de TV analógico será obrigatório e como será feita a transferência.

Para que a população seja beneficiada pela TV digital, outra medida também está em estudo pelo governo. A ideia é estimular a recepção do sinal digital por de meio da concessão de um subsídio para que a população de baixa renda adquira o conversor ou uma televisão com o conversor integrado. Fonte: MiniCom



Impressos


Rua Barão do Teffé, 252 - Bairro Menino Deus - Porto Alegre-RS CEP:90160-150

Fones:(51)3029.4730, 3233.3500, 3019.6730 e 3024.4164

webmail / Todos Direitos Reservados 2012