Seções

Denuncias/Sugestões
Sindicalize-se
Links

Bolsa de Emprego

Cadastro de Currículo
Consulta de Currículo

On line

Últimas Notícias
Notícias Anteriores

Notícias Antigas


Sintonia

 

 

Novos convênios

 



5412

Ultimas Noticias

23.09.2016 - Octo: Erro ou Falta de Capacidade?

Sempre ouvi dizer que é errando que se aprende, mas errar tanto assim já não é mais aprendizado e podemos até afirmar que é falta de capacidade.

Fazer testes com profissionais que têm sua origem na publicidade e propaganda e, veja bem, nada contra estes excelentes profissionais de PP e RP, mas tudo contra profissionais que se acham e querem impor uma forma de fazer televisão, é o mesmo que querer “INVENTAR A RODA”.

 

Lamento informar, mas sabe-se que a primeira representação da roda, data de 3.500 a.C, e foi feita numa placa de argila. Essa representação foi encontrada por arqueólogos nas ruínas da cidade-Estado de Ur, atual região do Iraque. As primeiras rodas do mundo eram feitas com três placas de madeira cortadas em formato arredondado. Esse conceito também foi utilizado pelos chineses há cerca de 2000 a.C., e pelos olmecas, há 1500 a.C., mas meu foco não é a invenção da roda e sim a falta de respeito com os profissionais que lá estavam trabalhando nas condições mais variadas, enquanto os chefetes estavam brincando de fazer televisão.

Primeiro os Coronéis Saruês reunidos em seus escritórios maravilhosos resolveram criar o Núcleo de Inovação e Linguagem e assim terminar com a TV COM e, novamente retomando o assunto Roda, surgiu a Octo.

Fiquei impressionado com a tal multiplataforma. Novamente eles descobriram a RODA.

Pergunto-me até quando e por quanto tempo estes Coronéis Saruês vão continuar brincando com a vida dos Profissionais Radialistas, com total desprezo e desrespeito ao ser humano.

Fazer televisão não tem segredo, não tem-se que ser mestre ou pós-graduado ou possuir algum curso de especialização fora do Brasil. Temos aqui no RS os melhores profissionais do país para se fazer TV e basta apenas reuni-los, pagá-los bem, e, acima de tudo, respeitá-los.

Para a produção de bons programas essa é a receita. É dispensável a invenção. Nada de mágico, isto é, tudo é possível e tudo temos aqui, porém creio que eu esteja até idealizando um mundo de ALICE NO PAIS DAS MARAVILHAS e que tem até a participação da bruxa malvada.

Lamentável ver o desmonte e a falta de respeito dos Coronéis Saruês da Comunicação Gaúcha.

O Sindicato dos Radialistas não irá ficar atônito a isto e irá verificar a melhor forma de, por meio do judiciário, tomar atitudes contra os Coronéis Saruês da Televisão.

 

Ricardo Malheiros

Secretário Geral do Sindicato dos Radialistas



Impressos


Rua Barão do Teffé, 252 - Bairro Menino Deus - Porto Alegre-RS CEP:90160-150

Fones:(51)3029.4730, 3233.3500, 3019.6730 e 3024.4164

webmail / Todos Direitos Reservados 2012