Seções

Denuncias/Sugestões
Sindicalize-se
Links

Bolsa de Emprego

Cadastro de Currículo
Consulta de Currículo

On line

Últimas Notícias
Notícias Anteriores

Notícias Antigas


Sintonia

 

 

Novos convênios

 



6354

Ultimas Noticias

27.06.2017 - Assembleia dos bancários de Porto Alegre aprova participação na greve geral contra reformas de Temer

Por unanimidade, a assembleia dos bancários de Porto Alegre, realizada na noite desta segunda-feira (26), na sede do Sindicato, aprovou a participação da categoria na greve geral de 30 de junho, marcada pelas centrais sindicais para barrar as reformas da Previdência e Trabalhista do governo ilegítimo de Michel Temer (PMDB).

 

 

“Desde a nossa última grande paralisação nacional, dia 28 de abril, houve uma redução nas ações antipopulares no Congresso, mas os riscos para os direitos dos trabalhadores continuam altos, com o governo forçando, pressionando os parlamentares e esperando um melhor momento para tentar aprovar as reformas da Previdência e Trabalhista”, lembrou o presidente do Sindicato, Everton Gimenis.

Ele discutiu também a questão de bancários que tiveram dias descontados em função da paralisação anterior e lembrou que, com a pressão do SindBancários, o Banrisul chegou a voltar atrás em alguns casos. O Sindicato também entrou com ações judiciais, que ainda aguardam decisão.

Mas Gimenis fez questão de ressaltar: “No final das contas, o que é mais importante: ter um dia de trabalho descontado ou comprometer o seu futuro, com perda de direitos trabalhistas e até mesmo com a possibilidade não poder se aposentar um dia?”.

Unidade e mobilização

O secretário de Comunicação da CUT-RS, Ademir Wiederkehr, destacou a importância da unidade das centrais sindicais e a crescente mobilização das categoriais para a greve geral, como o ramo do transporte. Ele ressaltou que “a reforma Trabalhista é mais perversa que a da Previdência” e disse que é fundamental pressionar os senadores gaúchos Lasier Martins (PSD) e Ana Amélia (PP) para que votem contra essas reformas que tiram direitos dos trabalhadores.  Já o senador Paulo Paim (PT) tem sido um dos principais opositores, “o que prova que os políticos não são todos iguais”.

Ademir, que é também diretor do SindBancários e da Contraf-CUT, denunciou ainda “o boicote da mídia tradicional, o que vem mantendo a greve geral na clandestinidade”. Ele anunciou uma série de iniciativas da CUT-RS para divulgar a mobilização até sexta-feira, como carros de som, cartazes, spots de rádio, panfletagens e mensagens nas mídias sociais, dentre outras.

Nesta terça-feira, às 5h, houve ato no Aeroporto Internacional Salgado Filho e o Sindicato vai sediar uma plenária de dirigentes das centrais sindicais, que definirão os últimos encaminhamentos para a greve geral. Após eles concederão uma entrevista coletiva à imprensa, também na sede do SindBancários, buscando romper a falta de espaço na mídia e potencializar o movimento junto à sociedade. Fonte: CUT-RS com SindBancários



Impressos


Rua Barão do Teffé, 252 - Bairro Menino Deus - Porto Alegre-RS CEP:90160-150

Fones:(51)3029.4730, 3233.3500, 3019.6730 e 3024.4164

webmail / Todos Direitos Reservados 2012