Seções

Denuncias/Sugestões
Sindicalize-se
Links

Bolsa de Emprego

Cadastro de Currículo
Consulta de Currículo

On line

Últimas Notícias
Notícias Anteriores

Notícias Antigas


Sintonia

 

 

Novos convênios

 


Guia Sindical

7930

Ultimas Noticias

28.11.2018 - SP: Patrões de Rádio e TV não modificam proposta, apesar da categoria recusar duas vezes o que foi apresentado

Foram duas assembleias estaduais em que a categoria se posicionou contra a proposta de retirada de direitos que os patrões apresentaram. Negociação foi encerrada.

Os radialistas do estado de São Paulo em assembleias realizadas na capital (28 de julho e 10 de novembro), se posicionaram contra a proposta apresentada pelos patrões de Rádio e TV, para renovação da convenção coletiva, porque havia condicionantes que os patrões apresentaram junto. Para renovar a convenção coletiva de trabalho da categoria o Sindicato patronal propôs a retirada de uma série de direitos conquistados ao longo de anos de luta.

Dentre algumas conquistas que os patrões quiseram retirar da convenção coletiva da categoria, que tem sido renovada há anos foi o não pagamento mais de horas extras com a criação do banco de horas. Portanto os trabalhadores que excederem sua jornada de trabalho, não receberiam pelas horas trabalhadas, mas em folga. Dessa forma o trabalhador viveria em função apenas dos interesses da empresa e ela, sem despesa.

Outra medida proposta foi a retirada do quinquênio da convenção coletiva que, a cada cinco anos o percentual  de 3% não mais incidiria sobre o salário dos trabalhadores que completasse esse tempo na empresa. Isso seria para os novos contratos, mas com a onda de demissão, certamente isso desapareceria da categoria. O PPR/abono, também está entre as propostas indecentes que os patrões apresentaram, mas com percentual reduzido pela metade, do que tem sido aplicado todos esses anos atrás. 

Quando o sindicato patronal encerrou as negociações é importante dizer que foram realizadas 15 reuniões de negociação os representantes dos patrões e, desde o início, o sindicato dos donos de rádio e TV rejeitou a pauta dos trabalhadores e, surpreendentemente, apresentou uma contra proposta, que na verdade era uma pauta de reivindicações das empresas do setor de comunicação, onde consta a retirada de uma infinidade de direitos conquistados pela categoria ao longo dos anos. Para ter acesso a proposta na íntegra, no seguinte link:

(http://www.radialistasp.org.br/images/PROPOSTA_PATRONAL_revisão_22.06_15h10TRABALHO_2018_age25_ANA_Sem_Marcação_2.pdf)

Sem acordo, a categoria segue atenta e o Sindicato já se propôs a fechar acordo por empresa, dessa forma garantindo antecipação salarial aos trabalhadores e segurança econômica das empresas menores, que não corre o risco de ter de fazer o pagamento tudo de uma vez, já que se passaram meses, após maio, data base da categoria. Fonte: http://www.radialistasp.org.br/index.php/servicos/noticias/3961-patrões-de-rádio-e-tv-não-modificam-proposta,-apesar-da-categoria-recusar-duas-vezes-o-que-foi-apresentado.html

 

 

 



Impressos


Rua Barão do Teffé, 252 - Bairro Menino Deus - Porto Alegre-RS CEP:90160-150

Fones:(51)3233.3500 / 3019.6730

webmail / Todos Direitos Reservados 2012