Seções

Denuncias/Sugestões
Sindicalize-se
Links

Bolsa de Emprego

Cadastro de Currículo
Consulta de Currículo

On line

Últimas Notícias
Notícias Anteriores

Notícias Antigas


Sintonia

 

 

Novos convênios

 


Guia Sindical

9238

Ultimas Noticias

24.07.2020 - “NÃO COMPACTUAMOS COM A POLÍTICA DO DESCASO COM A VIDA”, AVISAM CENTRAIS SINDICAIS DO RS AO GOVERNADOR

Em carta encaminhada no final da manhã desta quinta-feira (23) ao governador Eduardo Leite, as centrais sindicais do Rio Grande do Sul se posicionaram sobre o combate à pandemia do coronavírus e avisaram que “não compactuamos com a política do descaso com a vida”.

Segundo o documento, “não podemos, em nenhuma hipótese, abdicar da tarefa que nos é mais sagrada, a defesa da vida”. Para as centrais, “precisamos de firmeza na condução do enfrentamento da pandemia, não podemos ceder aos apelos econômicos e jogar o peso desta hercúlea tarefa humanitária nos ombros dos prefeitos e associações de municípios”.

As centrais sindicais “defendem que se agilize a testagem em setores que são estratégicos, notadamente na área da saúde e demais atividades consideradas essenciais”.

“Os grandes empresários do Estado deveriam patrocinar uma ampla campanha de testagem em seus estabelecimentos, para que possamos identificar e isolar o vírus, além de investir pesado para garantir o máximo de segurança com protocolos rígidos de contenção do contágio. Somente assim poderíamos pensar numa política mais equalizada de abertura da economia”, salientam as centrais sindicais.

Porto Alegre, 22 de julho de 2020

Ao
Governador do Estado do Rio Grande do Sul
Eduardo Leite

Excelentíssimo Senhor:

Durante a pandemia da Covid-19, as Centrais Sindicais do RS cerraram fileiras na defesa da vida. Nós sabemos o quanto a preservação dos empregos e o crescimento econômico são fundamentais para a sobrevivência dos trabalhadores e das trabalhadoras e o bem-estar da sociedade. Contudo, não podemos, em nenhuma hipótese, abdicar da tarefa que nos é mais sagrada, a defesa da vida.

Comparado com outras regiões do país e considerando o negacionismo e o completo descaso do governo federal, o RS enfrentou a pandemia com certa habilidade. No entanto, o contágio se espalha agressivamente, aumenta a procura por atendimento médico e hospitalar, já praticamente no seu limite, e o número de mortes não para de crescer.

Neste momento traumático em que mais precisamos de firmeza na condução do enfrentamento da pandemia, não podemos ceder aos apelos econômicos e jogar o peso desta hercúlea tarefa humanitária nos ombros dos prefeitos e associações de municípios, que em sua grande maioria enfrentam localmente todo tipo de pressão para flexibilizar as normas, além do calendário eleitoral que os expõem e os fragilizam mais ainda.

Nas horas em que os mais sagrados princípios são postos de lado é que o governante é convocado a assumir a sua missão de optar pela vida, pelo cuidado e por uma sociedade humanizada.

As Centrais Sindicais do RS defendem que se agilize a testagem em setores que são estratégicos, notadamente na área da saúde e demais atividades consideradas essenciais.

Os grandes empresários do Estado deveriam patrocinar uma ampla campanha de testagem em seus estabelecimentos, para que possamos identificar e isolar o vírus, além de investir pesado para garantir o máximo de segurança com protocolos rígidos de contenção do contágio. Somente assim poderíamos pensar numa política mais equalizada de abertura da economia.

As Centrais Sindicais do RS sempre estão dispostas a contribuir no exercício pleno do seu papel social e na defesa do emprego e da renda para todas as trabalhadoras e os trabalhadores. Todavia, não conte com a nossa complacência neste caminho sem volta que estamos prestes a trilhar, mas que ainda pode ser contornado, desde que Vossa Excelência mantenha o comando e demonstre para o país que aqui no RS não compactuamos com a política do descaso com a vida.

Atenciosamente

CUT – Central Única dos Trabalhadores
CTB – Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil
UGT – União Geral dos Trabalhadores
CSB – Central dos Sindicatos Brasileiros
CGTB – Central Geral dos Trabalhadores do Brasil
NCST – Nova Central Sindical dos Trabalhadores
Força Sindical
Pública – Central do Servidor
CSP-Conlutas
Intersindical - Central da Classe Trabalhadora
Intersindical – Instrumento de Luta e Organização da Classe Trabalhadora
Fórum pelos Direitos e Liberdades Democráticas


fonte: CUT-RS
 



Impressos


Rua Barão do Teffé, 252 - Bairro Menino Deus - Porto Alegre-RS CEP:90160-150

Fone:(51)3233.3500

webmail / Todos Direitos Reservados 2012