Seções

Denuncias/Sugestões
Sindicalize-se
Links

Bolsa de Emprego

Cadastro de Currículo
Consulta de Currículo

On line

Últimas Notícias
Notícias Anteriores

Notícias Antigas


Sintonia

 

 

Novos convênios

 



1668

Ultimas Noticias

10.01.2014 - Polícia Federal prende dois suspeitos de manter rádio clandestina no Recife

Foi publicado no site G1 que dois homens foram presos pela Polícia Federal suspeitos de manter uma rádio clandestina no Alto Santa Terezinha, Zona Norte do Recife. Parabenizamos o eficiente trabalho que a PF vem desenvolvendo em suas diversas operações, no entanto, em nossa opinião, a função dessa entidade não deve ser a de prender trabalhadores, e sim direcionar suas ações aos maus patrões que sonegam impostos tais como INSS e FGTS.

Ainda de acordo com o site G1, a prisão ocorreu no local em que funciona a rádio, que não tem registro da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), na terça-feira (7). O caso foi divulgado nesta quarta-feira (8).

A PF chegou aos dois ao cumprir a intimação para que os suspeitos de serem donos da rádio clandestina comparecessem à PF para prestar esclarecimentos. Ao chegar ao local, os agentes perceberam a presença de uma antena de transmissão. Entrando no imóvel, foram recebidos pelos dois homens – um produtor de eventos de 28 anos e um DJ de 25 -, onde foi contatado que ambos operavam a rádio sem autorização, através de dois transmissores de radiodifusão sendo um caseiro e uma CPU que armazenava a programação da rádio.

Ambos foram presos em flagrante suspeitos de desenvolver clandestinamente atividades de telecomunicação, crime previsto em lei que prevê de um a quatro anos de detenção, além de multa. Eles confessaram à polícia que a rádio funcionava clandestinamente há um ano, alegando que tinham entrado com pedido de regularização na Anatel, mas que, como estava demorando para sair a concessão, resolveram iniciar a operação.

Após pagar fiança de R$ 730 e fazer exame de corpo de delito, os dois foram liberados, com o compromisso de comparecer quando chamados pela polícia. A PF lembra que as rádios clandestinas são perigosas porque, operando fora da potência autorizada, acabam interferindo em sistemas de comunicação das torres de controle nos aeroportos, dos sistemas de comunicação de ambulância, bombeiros e polícia, além de equipamentos como amplificadores, alarmes, microfones, televisão e em transmissão de rádio e TV.



Impressos


Rua Barão do Teffé, 252 - Bairro Menino Deus - Porto Alegre-RS CEP:90160-150

Fones:(51)3029.4730, 3233.3500, 3019.6730 e 3024.4164

webmail / Todos Direitos Reservados 2012