Seções

Denuncias/Sugestões
Sindicalize-se
Links

Bolsa de Emprego

Cadastro de Currículo
Consulta de Currículo

On line

Últimas Notícias
Notícias Anteriores

Notícias Antigas


Sintonia

 

 

Novos convênios

 



2277

Ultimas Noticias

05.06.2014 - Cinegrafista da Band é agredido por policial militar de SP

Até quando profissionais em exercício de suas atividades serão vítimas de agressão policial? Isso é inconcebível e repudiamos tais atitudes.

A última ocorreu na tarde desta quarta-feira(4), com Hércules Silva, cinegrafista da Band, que foi agredido por um policial pertencente aos quadros da Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas (ROCAM), quando registrava imagens para o 'Brasil Urgente', noticiário comandado por José Luiz Datena, no Parque Novo Mundo, zona Norte de São Paulo.

A atitude do policial, que partiu com um cassetete para cima do cinegrafista, revoltou Datena, que, durante a apresentação do programa, criticou a forma de agir da PM paulista e direcionou perguntas ao governador Geraldo Alckmin, que deve tentar a reeleição pelo PSDB. "Essa é a democracia que nós temos aqui em São Paulo? Por que vocês não vão correr atrás de bandido em vez de ficar batendo em imprensa e novo povo?!".

O posicionamento do apresentador não fez com que o governador tucano respondesse ao vivo os questionamentos. Porém, o secretário de Segurança Pública de São Paulo, Fernando Grella Vieira telefonou para a redação e participou do jornalístico. "Boa noite, Datena", disse o político ao se apresentar. "Boa noite... Eu não ia nem dizer boa noite porque a noite não está boa coisa nenhuma", retrucou o âncora, que já tinha dito que "ao menos o secretário" iria falar com ele.

A Grella Vieira, que disse não estar vendo televisão no momento da entrevista ao programa da Band, Datena descreveu a imagem da agressão e, mais uma vez, reclamou da situação. "Se ele [policial] faz isso com o cidadão que está mostrando a manifestação ao vivo, o que faria com uma pessoa na quebrada, escondido?", perguntou. "Esse cara já deveria ser qualificado e preso por agressão", avaliou o apresentador.

O secretário de Alckmin, que ficou cerca de oito minutos no ar conversando com Datena, buscou não responder diretamente os questionamentos do âncora do 'Brasil Urgente'. O político preferiu explicar que é compreensível, pelo tamanho do efetivo da Polícia Militar que está sob seu comando, a existência de "deslizes" nas condutas de policiais. Ele ainda afirmou "lamentar" o ocorrido com o cinegrafista.

Quanto ao policial agressor, Grella Vieira garantiu que ele foi identificado e levado para a corregedoria da PM. O secretário, no entanto, não revelou publicamente a identidade do responsável por atacar com um cassetete o repórter cinematográfico da Band. Escrito por Fonte: site Comunique-se



Impressos


Rua Barão do Teffé, 252 - Bairro Menino Deus - Porto Alegre-RS CEP:90160-150

Fones:(51)3029.4730, 3233.3500, 3019.6730 e 3024.4164

webmail / Todos Direitos Reservados 2012